• Follow Me on Twitter

    • RT @McFaul: When Trump says Russia is no longer targeting America, that’s not how this American feels.Putin is most certainly targeting and… 2 days ago
    • RT @TIME: TIME’s new cover: Trump wanted a summit with Putin. He got way more than he bargained for ti.me/2zRJayx https://t.co/qq… 2 days ago
    • RT @ananavarro: Yes, I’m angry. Angry as hell the US Presidency, our international standing, our democratic institutions, our elections, ou… 2 days ago
    • RT @renato_mariotti: McFaul is the former U.S. Ambassador to Russia. It is shocking that the President of the United States would even cons… 2 days ago
    • RT @SteveSchmidtSES: No American President has ever disgraced himself, the Presidency and the United Stated like Trump did today. The video… 3 days ago
  • Sonho de DJ

  • Dia a dia

    maio 2009
    S T Q Q S S D
    « abr   jun »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  • Arquivo

  • Categorias

  • Anúncios

Comparações saudáveis

A pergunta que não quer calar. Será que algum dia deixarei de comparar Brasil x Estados Unidos? Parece impossível. O tempo todo me salta aos olhos, a carteira e o coração, as diferenças entre estes dois países onde eu vivi e vivo.

Esta semana estou pesquisando uma possível aquisição de um novo seguro médico. O que tenho é via o empregador do meu marido e é caríssimo. Mesmo. Estamos pagando quase U$ 500,00 por mês! Só pra mim.

O sistema é muito complexo para a minha pouca paciência e excesso de comparações com o plano de saúde que eu tinha no Brasil até o começo do ano passado, antes de mudar pra cá.

O negócio saúde é muito lucrativo e, aqui nos Estados Unidos, se tornou ao longo dos últimos anos uma verdadeira máquina de fazer dinheiro para as empresas seguradoras. Eu já havia morado aqui por seis anos, há 16 anos, e o sistema não era assim.

Além de pagar os quase 500 dólares por mês, ainda tenho de pagar 30 cada vez que vou a uma consulta médica, isso se for médico clínico geral. Especialistas o valor sobe para 40 dólares. A cada procedimento pago um porcentual do valor total. Nada é coberto integralmente pelo seguro.

Centenas de milhares de famílias vão completamente à falência todos os anos nos Estados Unidos. Não é pra menos. As contas hospitalares são absurdas. Ano passado estive hospitalizada com uma infecção renal por dois dias, o total chegou a 16 mil dólares. Neste caso, o plano usado era brasileiro e foi pago totalmente pela seguradora.

O presidente Obama já acenou algumas vezes que pretende tratar da reforma do sistema de saúde o quanto antes. As discussões ganharam pouco espaço na imprensa e aparentemente nada andou. Parece que você também já viu esse filme antes? É, as comparações às vezes servem pra observar que não importa o país, a regra ainda é defender os interesses financeiros de alguns em detrimento do direito à saúde de tantos.

Anúncios

4 Respostas

  1. beibinha da mamãe!te cuida. O melhor país é o nosso.vou tentar descobrir se existe algum plano no Brasil que paga no exterior.

  2. Paula, assisti um documentário sobre o sistema de saúde americano e fiquei assustada. O Daqui é uma bosta, mas o daí…me assustou!Beijos

  3. é mãezinha… eu sei muito bem o que está dizendo.. trabalhei pro laboratório farmacêutico e tudo é uma máquina de fazer dinheiro… inclusive as seguradoras..te amo muito, se cuida!!!

  4. O povo ainda reclama do brasil sem conhecer como funciona nos outros países….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: