Para assumir cargo Hillary pode perder salário

A possível nomeação da senadora democrata, Hillary Clinton, para o cargo de secretária de Estado no governo Barack Obama tem mais uma barreira anunciada nesta terça.

Segundo os analistas políticos do lado de cá, seria inconstitucional nomear a senadora uma vez que ela mesma teria votado ano passado no Senado um aumento para a vaga. Diz a constituição americana que não pode ocupar um cargo no executivo o parlamentar que tiver no exercício da sua função votado aumentos salariais ou benefícios do cargo a ocupar.

Uma saída, já usada anteriormente por outras administrações, é voltar atrás. Ou seja, o Senado votar novamente a medida que deu o aumento e retirá-lo. Assim, o cargo voltaria a ter o salário anterior ao da votação.

Lembrei de algumas situações aí no Brasil. Não me recordo ter visto o Senado votar medida que retira aumento salarial de um cargo do executivo. Mas posso estar equivocada.

Ainda que o senado vote e retire o aumento concedido ano passado, alguns contrários a que a senadora Hillary Clinton ocupe a secretaria de Estado, dizem que o fato de voltar a atrás e excluir o aumento não tornará a medida constitucional.

Anúncios

Uma resposta

  1. Paula, aqui eles só pedem mesmo pra aumentar. Se possível seguindo uma progressão geométrica! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: