Miracle at St. Anna

A indústria cinematográfica sempre me impressionou muito. A rapidez com que produz é fantástica. Do lado de cá tem lançamentos a cada semana e não consigo acompanhar tudo. Tento ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, às vezes duas ou três, confesso. Alguns são pura bobagem e outros não me saem da cabeça. Fiquei grudada na telona assistindo o mais novo filme do diretor Spike Lee e acho que ninguém deve perder quando for lançado aí no Brasil.

Inspirado no massacre de Sant’Anna di Stazzema, em agosto de 1944 pelos alemães, durante a Segunda Guerra Mundial, o filme escrito por James McBride conta a história de quatro soldados negros da 92a. divisão de infantaria americana, que ficam presos numa pequena vila na Toscania depois de um deles ajudar um menino italiano.

A 92a. divisão era composta totalmente por negros em uma época em que o racismo era extremo nos Estados Unidos e negros eram considerados inferiores.

Miracle at St. Anna gerou alguma controvérsia. Trata de racismo, história, violência, vida real, fantasia e ódio. Brasileira branca que sou, filha de um negro, bisneta de escravos e assistindo de camarote a possibilidade de ver um negro presidente dos Estados Unidos, racismo é um assunto que mexe muito comigo. Talvez por isso a minha indicação apaixonada.

No elenco Derek Luke, Michael Ealy, Las Alonso e Omar Benson Miller. Não percam!!

Anúncios

3 Respostas

  1. i think you add more info about it.

  2. aí que coisa horrorosa os seus parentes, ainda bem que não tenho nada com isso.

  3. Quando sair aqui, vou ver!!! Um grande beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: